Fechar menu

Tendências | 11 Agosto 2017

Alisamento capilar

alisamento capilar

Se o cabelo ondulado é do mais natural que pode haver, com os seus jeitos irreverentes e únicos, a verdade é que existem alturas em que domar o lado capilar mais selvagem consegue dar conta dos nervos de muito boa gente. É nestas alturas em que aparece aquele pensamento "mas porque é que não tenho o cabelo liso?”. E é aqui que, geralmente, entra a súbita vontade de fazer um alisamento

Mas será que está devidamente informada acerca do processo? Temos as perguntas (e respostas) para si.



#1 - Decidi alisar o cabelo. E agora?

Agora não é só a sua vontade que prevalece. Convém saber se a natureza do seu cabelo está preparada para receber um serviço deste tipo. Por um lado, o cabelo é demasiado fraco para um procedimento assim e, por outro, já submeteu os fios a tantas agressões químicas que o alisamento será um risco que não quererá correr.

Antes de alisar os fios é necessário pesquisar e saber os componentes dos produto utilizados. Alertamo-la, por exemplo, para os serviços que incluem formol. Muitas vezes, para tornar um serviço mais "eficaz” e barato, o recurso a este componente excede em larga escala o permitido, ou seja, o valor até ao qual não será prejudicial à saúde de quem o aplica ou o recebe no seu corpo. Antes de efectuar este serviço, certifique-se que o faz com um profissional credível.


#2 - E como sei se posso fazer o alisamento?


O melhor é recorrer a um profissional que entenda realmente o que está a fazer. Deverá procurar todos os esclarecimentos junto de um especialista em texturização capilar. Não basta olhar, tocar e dar um palpite. É necessário fazer um pequeno teste com uma mecha de cabelo.. Essa amostra será submetida ao processo de alisamento de modo a ver a compatibilidade dos fios com os químicos usados. Nessa altura saberá se o cabelo é resistente. 


#3 - Disseram que o cabelo não aguenta o alisamento. É mesmo "não”?


Se lhe dizem que não, aceite a resposta e pesquise outra forma de domar o seu cabelo. Não vale passar para o salão do lado e repetir a pergunta. Corre o risco de lhe dizerem que sim e depois, passados uns dias quando acordar, tem a sua cabeça a refletir um choque químico. O que quer isso dizer? Muitas coisas! Desde os seus cabelos ficarem com a consistência de uma pastilha elástica, a quebrarem de tal maneira que a escova não passa entre os fios ou, em caso mais grave, começar a perder cabelos.

cabelo estragado


#4 - E se for um "sim”?


Nesse caso deverá falar com o profissional e começar a fazer perguntas. Preste bem atenção a todas as explicações e conselhos que o profissional lhe der, inclusivamente no que se refere aos cuidados pós serviço. É também nesta altura que deverá definir qual o processo de alisamento a que se quer submeter. Mas desse tema falaremos mais adiante. Dependendo da técnica e do seu tipo de cabelo, o efeito poderá variar. O que prevalece é a natureza do seu cabelo, ou seja, se os fios são mais ou menos espessos. É com base nesse diagnóstico inicial que lhe será passado o feedback quanto ao resultado a esperar. Um bom profissional saber-lhe-á ainda dizer qual o produto mais indicado para si, explicando-lhe todos os efeitos e grau de impacto dos químicos no seu cabelo. 

alisamento


#5 - Mas não quero o cabelo colado à cara! É possível?


Se o que pretende é um liso natural, com jeitos e sem ser demasiado escorrido e reto, mencione-o desde o início. Isto porque existem vários serviços pelos quais poderá optar e de acordo com as suas preferências. Mencione-o sempre ao profissional que efectuará o serviço e, claro, peça-lhe aconselhamento quanto aos seus planos.


#6 - E para quem tem cabelo com coloração?

Não existe nenhum problema associado desde que o profissional faça uma boa avaliação capilar e use o serviço específico para o seu tipo de cabelo.

cabelo pintado


#7 - Quanto tempo dura um alisamento?


Depende muito da técnica utilizada e, naturalmente, do seu cabelo.

A saber:

alisamento japones



. ALFAPARF - Be Liss - Alisamento de Cabelo: Tratamento de alisamento progressivo à base de Queratina para todos os tipos de cabelo. Transforma os cabelos rebeldes, encaracolados ou frisados em cabelos mais lisos, sedosos e brilhantes.

Resultado: Fibra intensamente suavizada com movimento natural e um brilho sublime. Sem sulfatos, sais e sem formol. Elimina o efeito crespo, tornando os caracóis mais suaves e ligeiros e os cabelos mais soltos e fáceis de pentear.
Duração: até 3 meses.

. OPTISMOOTH

- Efeito Liso Natural - Escova Progressiva: 
É um serviço realizado, sem a acção do calor, ideal para redução e controlo de volume.

Resultado: Elimina o aspecto encrespado e alarga e define os caracóis rebeldes. O cabelo ganha movimentos suaves e controlados.

Duração: até 2 meses


- Efeito Liso Total - Realizado com a acção do calor, através de uma placa alisadora. Alisa todo o tipo de caracóis até mesmo os mais rebeldes.

Resultado: Cabelo ultra liso com toque suave e duradouro. Com este alisamento pode obter diferentes resultados, tendo em conta o objectivo pretendido.

Duração: 2 a 4 meses




escova progressiva


#8 - Depois do alisamento, como tratar do cabelo?


Vai começar por repensar os produtos que usa. Opte por shampoos hidratantes e sem sal, por máscaras de hidratação profunda e por séruns que protejam a estrutura dos fios. Por fim, e sem se esquecer, faça visitas periódicas ao salão para tratamentos de hidratação capilar mais profundos.

Post anterior

Estrias

Próximo post

Cabelo cinza: get the look

Os mais vistos

Partilhe este produto
Topo