Fechar menu

Beleza | 10 Agosto 2017

Estrias

Estrias

Muito já se disse e escreveu sobre as estrias, aquelas marcas brancas que tomam conta do corpo de tantas mulheres (e homens). Se para algumas pessoas causam transtorno, a outras nem chegam a incomodar mas, a verdade, é que cada caso é um caso, que é como quem diz: cada pessoa é que sabe o impacto que estas marcas na pele têm na sua atitude e autoconfiança. 


#Como é que as estrias aparecem? 


Primeiro de tudo: não escolhem sítio para surgir e dão um ar da sua "graça” em quase qualquer parte do corpo e sem pedir licença - barriga, coxas, ancas, seios, braços… Porquê? Porque as fibras elásticas que sustentam a camada intermediária da pele se rasga

Há quem associe esta condição à gravidez, mas não é verdade. Se assim fosse, os homens não teriam estrias, e a realidade é que têm. 


São vários os motivos que levam ao aparecimento das estrias e o ponto em comum resume-se a um facto: aparecem sempre que a pele é esticada além do normal e de uma forma "rápida”. Sim, a gravidez pode fazer parte do leque de possibilidades que se inserem nesta condição, mas não é exclusiva. 


# 1 - Exemplos que podem levar ao aparecimento de estrias: 


dietas rápidas


. Ganho e perda de peso repentino. Pense num balão. Se o enche, quando o esvaziar, vai ficar diferente, certo? A pele é igual. 

. Excesso de exercício que leva ao desenvolvimento muscular. Basta parar para a pele começar a regressar à base. A questão é que, entretanto, já rompeu a camada de colagénio e elastina da sua pele. 

Se na sua família existem mais casos, certamente será presenteada(o) com uma visita indesejada por parte destas "amigas”: 

. Geralmente o maior pico de incidência acontece pela altura da adolescência, momento em que o corpo tem um crescimento mais acelerado, com oscilações de peso e libertação hormonal mais acentuado


#3 - Como são? 


. Vermelhas: O estado mais primário no surgimento das estrias. Geralmente antes de surgirem, geram alguma comichão. A cor está relacionada com o processo inflamatório recente proveniente do rompimento recente das fibras da derme. Por estar numa fase inicial, o seu "tratamento” é mais rápido e fácil. Beba muita água, use muito creme hidratante de génese mais gordurosa e tenha cuidado com as oscilações de peso e variações hormonais. 

. Brancas: As que já não apresentam reacção inflamatória por serem mais antigas. São, inclusivamente mais finas e claras do que a pele normal. A sua cor deve-se ao facto de os melanócitos, os responsáveis pela pigmentação mais escura, estarem localizados na camada da derme que rompeu com o aparecimento da estria. Parte má? Neste ponto já será difícil fazer desaparecer a estria. Poderá, no entanto, recorrer a tratamentos especializados que levem ao seu atenuamento. 

. Hipertróficas: Este tipo de estria faz relevo em relação a superfície da pele e pode ser de cor vermelha ou branca. 


#4 - Como prevenir 

alimentação equilibrada


1 - Hidratante, hidratante, hidratante. Sempre e de preferência depois do banho. Opte também por gel duche à base de óleos para uma hidratação mais profunda. 

2 - Cremes refirmantes à base de ácido hialurónico, que consegue trabalhar a hidratação a níveis mais profundos da pele. 

3 - Opte por uma alimentação mais rica em vitaminas A, C, D e E. Procure o seu nutricionista e peça um acompanhamento neste sentido. Dietas não acompanhadas são um erro e podem custar-lhe um desequilíbrio vitamínico. 

4 - Faça exercício regularmente. Não vale brincar ao STOP com as idas ao ginásio. Ir duas semanas seguidas e depois desaparecer durante outras três não vale. A prática constante faz com que o seu corpo se habitue correctamente impedindo os efeitos yo-yo na sua pele. 

5- Procure tratamentos especializados que, conciliados com desporto e uma alimentação equilibrada, lhe garantem a tonificação da pele. Existem soluções específicas e, mais recentemente, um dos métodos mais eficazes e procurados tem sido o Velasmooth, um sistema não invasivo e clinicamente demonstrado que oferece um tratamento eficaz na redução da circunferência, assim como a melhoria da textura cutânea e refirmação da pele mediante lipoescultura. Existem ainda outros tratamentos que poderão ser benéficos para quem tem ainda problemas relacionados com, por exemplo, a retenção de líquidos.



yoga


#5 - Existe tratamento? 

Existir… existe. Mas não será possível garantir-lhe 100% de satisfação e desaparecimento das estrias. Entre os tratamentos a laser, radiofrequência e de subcisão - que consiste na separação do tecido da pele na parte mais profunda da estria, com uma agulha específica -, a escolha deverá recair sobre a que melhor se adapta às suas necessidades e, em qualquer um dos casos sempre com a ressalva que nenhum deles é milagroso. 



Tem mais dicas de prevenção ou tratamento de estrias? Partilhe connosco!


Post anterior

Como manter a sua cor de cabelo durante o verão

Próximo post

Alisamento capilar

Os mais vistos

Topo