Fechar menu

Conselhos & Dicas | 13 Setembro 2017

Evitar cabelo espigado


Acordou de manhã, tentou pentear o seu cabelo e a escova não passa, tal é o estado das pontas dos fios… É a sina de muitas mulheres (e homens!) no final do verão ou após algum tempo sem fazer qualquer tipo de hidratação capilar.

Na verdade, há que opte por nem pentear, preferindo fazer do seu estilo diário um misto de desalinhado com wild look. Pode até achar que vale a pena manter o "despenteado” mas, lamentamos informar, a longo prazo, a tesourada vai ser muito maior!

Da nossa parte, temos algumas dicas para evitar a degradação das pontas assim como para lidar com um problema que já está instalado.


#Conheça as causas

Existem três variáveis a considerar quando se fala em pontas espigadas: temperatura, química e "mecânica”. A primeira enquadra-se nos casos em que o uso excessivo de placas de alisamento ou ferros modeladores. Se não tiver por hábito o uso de um protector térmico, as altas temperaturas acabarão por queimar os fios. O resultado são cabelos queimados e espigados. No caso dos efeitos químicos, a questão relaciona-se com os danos causados pelo excesso de cor ou tratamentos capilares como as desfrizagens, alisamentos ou permanentes, em particular se os produtos necessários não forem bem usados ou não se adequarem ao seu tipo de cabelo. Daí a importância de um bom diagnóstico capilar. Por fim, outro factor a ter em conta é a quantidade de vezes e modo de utilização da sua escova - desfazer nós e cabelos eriçados com toda a força que tem não é, de todo, a forma correta de se pentear.

cabelo estragado


Identificar qual destes factores é o que mais se relaciona com o seu caso é meio caminho andado para prevenir que o cabelo quebre ou as pontas espiguem facilmente!


#Bom shampoo + condicionador + máscara + sérum = protecção e prevenção



Geralmente, as pontas espigadas começam quando o seu cabelo não é protegido e hidratado de forma apropriada. Para além dos protectores térmicos existem outros cuidados a ter em conta e que NUNCA devem ser postos em causa. 

Recomendamos que, por exemplo, use uma boa máscara hidratante pelo menos uma vez por semana. Pergunte sempre no salão a um profissional especializado e que conheça a natureza do seu cabelo, qual é o produto mais adequado às suas necessidades capilares.

máscara


Outro conselho: quando lavar o cabelo, evite movimentos bruscos, sem esfregar demasiado o couro cabeludo ou esfregar demasiado as madeixas. Aconselhamos o seguinte método: coloque o shampoo nas mãos e massage apenas o couro cabeludo. Quando enxaguar o cabelo, a espuma irá descendo pelo comprimento do cabelo e, nessa altura, aproveite para lavar os fios passando delicadamente as mãos pelo cabelo. Não esfregue, nem enrole, nem envolva os cabelos. Aquele velho hábito de colocar shampoo do couro cabeludo às pontas e enrolar os fios todos pela cabeça, envolvendo com espuma… não é boa ideia.

lavar o cabelo

Se o seu cabelo já está demasiado estragado, pode proteger o fim dos fios usando um produto selante, ou seja, que "una” as pontas espigadas. Outro ponto importante a ter sempre em conta, é o uso de um condicionador apropriado às suas necessidades capilares. Lembre-se da seguinte regra: o shampoo deve obedecer às necessidades do couro cabeludo e o condicionador e máscara ao comprimento. Por exemplo, a raiz de um cabelo não é seca. Quanto muito pode estar desidratada causando algum prurido. Nesse caso, precisa de um shampoo especial protector e calmante e não de um específico para cabelos secos que, nestes casos, vai tornar o couro cabeludo oleoso. Deste modo, o conselho é sempre jogar pelo seguro: shampoo neutro para o couro cabeludo e, para o comprimento, um condicionador e uma máscara específica para as necessidades dos fios.


#Atenção às escovas!

Quando pentear o seu cabelo, faça-o de forma delicada e não arme um plano de ataque ofensivo aos fios - mesmo que acorde com um ninho de nós na nuca! Há que ser cuidadoso na hora de desembaraçar os fios e pentear da raiz às pontas de forma contínua… é muito má ideia. Sugestão: se o seu cabelo está embaraçado, pegue numa madeixa de cada vez e comece por pentear apenas as pontas (delicadamente). À medida que for desembaraçando os fios, vá subindo a escova no sentido da raiz aumentando progressivamente o cabelo penteado de cada vez. Por fim, estará a pentear a totalidade do comprimento dos fios.


pentear o cabelo


# Cabelo molhado, cuidado redobrado

Outro factor-chave essencial é a forma como trata o seu cabelo enquanto ele ainda está molhado. Um cabelo bem tratado e sem condicionantes é aquele que permite ser esticado e, na sua forma "em bruto” volta ao seu estado natural. Quando acabar de lavar os fios, deve deixar o cabelo enrolado numa toalha até que a água em excesso saía. Não deve, em momento algum, esfregar os fios ou o couro cabeludo.


enxugar com a toalha



Entretanto, e por fim, fale com um profissional de modo a que lhe seja aconselhado um produto específico à base de queratina (a proteína que constitui os seus fios) para manter a sua boa forma capilar, e use-o sempre de acordo com as instruções indicadas para o seu caso


Post anterior

Qual o melhor corte para si?

Próximo post

Smartbond: fortalecimento de ligações

Os mais vistos

Topo